Práticas para lidar e evitar mercadorias paradas
Assim como as demais áreas de sua empresa, o estoque requer um planejamento estratégico para evitar perder dinheiro com as mercadorias sem rotatividade.

Mas quando algo acaba saindo de planejado e seu depósito passa a acumular muitas mercadorias sem nenhuma previsão de saída a longo prazo, é preciso tomar algumas atitudes para ajudar na saída desses produtos sem grandes prejuízos.

Veja abaixo as principais delas:

Faça um diagnóstico


Antes de tomar alguma ação precipitada para movimentar o estoque parado, é preciso fazer um diagnóstico para avaliar e entender o motivo das mercadorias estarem paradas.

Um dos principais motivos é a intuição do empreendedor para comprar mais produtos que o necessário. Sabemos que até mesmo as compras devem ser feitas baseadas na forma como funcionam as vendas da empresa. E isso não é possível saber do dia para a noite.

Por isso, é muito importante analisar comportamentos para que isso sirva como embasamento para tomadas de decisão efetivas, sem se prejudicar a saúde financeira do empreendimento.

Giro de estoque


Fazer o levantamento de todas as mercadorias paradas e as que possuem grande rotatividade também é um passo fundamental para auxiliar na saída desses produtos.

Faça os cálculos do giro de estoque da sua empresa, descobrindo esses dados e quantas vendas foram realizadas, tanto em relação ao número de unidades quanto ao seu valor monetário.

Essa análise é importante para definir as ações estratégicas para vender os produtos que estão parados há mais tempo e que representam maior prejuízo para a empresa.

Esse levantamento também permite que você avalie quais mercadorias têm chances de vender mais rápido.

O controle de produtos deve ser realizado toda vez que ocorrer novas compras. Assim, você consegue acompanhar o giro do estoque em tempo real, facilitando ainda mais a gestão dessa área.

Custos de estoque


Considerando que mercadoria parada no estoque representa um custo para a empresa, você sabe dizer o quanto você tem de gasto?

Para isso, faça o levantamento desse número e inclua nos cálculos os custos de armazenamento e a mão de obra que cuida do setor.

Isso te ajudará a ter uma visão melhor sobre a situação do seu negócio, sabendo se as vendas estão cobrindo essas despesas.

Faça todas as análises necessárias para que você possa pensar em promoções, caso o custo da armazenagem seja maior do que de venda.

No entanto, faça precisamente o cálculo do valor dessas condições especiais, para que não ocorram mais prejuízos.

Previsão adequada


Um dos motivos que causam a falta de rotatividade dos produtos no estoque é a falta de previsão. Nem todos os produtos possuem o mesmo grau de popularidade e isso pode afetar sua venda.

Por exemplo, itens sazonais e de tendências costumam dar um certo trabalho para os comerciantes pela queda na popularidade repentina. O mais adequado nesse caso é manter-se atento e fazer uma previsão por período, seja anual, trimestral ou a que você achar mais adequado..

Reabastecimento eficiente


Todo empreendimento tem um item que é o campeão de vendas, não é? Agora, um erro que os empreendedores cometem é acumular muito estoque deste produto. Mas isso não seria o certo se ele tem uma saída frequente?

Nós vamos te explicar…

Melhor que comprar uma vasta quantidade de seu melhor produto, por que não comprar em pequenas quantidades, mas com mais frequência? Estoque em excesso sempre é uma preocupação.

Quando você tem um controle preciso do estoque, você consegue solicitar um novo estoque do que foi vendido antes que fique com ele zerado. Isso reduz o estoque em excesso, diminuindo as chances de manter produtos parados.

Como movimentar o estoque parado


Você se deparou com muito estoque parado e agora chegou a hora de agir. Sabe quais ações vão te ajudar a colocar seus produtos em circulação novamente? Não?

Então dá uma olhada nas dicas que separamos logo abaixo!

Promova ofertas e descontos


É preciso tomar muito cuidado ao realizar a venda das mercadorias paradas, pensando no valor ofertado. Imagine a seguinte situação:

Certo dia, um cliente vai até a loja e compra um conjunto de panelas por R$150,00. No dia seguinte, ele descobre que o mesmo produto está pela metade do preço. Já pensou na reação do consumidor e como isso pode denegrir a imagem da empresa, afetando a sua credibilidade?

Quando você faz o levantamento das mercadorias, fica mais fácil analisar quais produtos podem ser incluídos em promoções.

Além dos aspectos financeiros citados no tópico acima, é preciso considerar qual será o impacto dessas liquidações para a sua empresa.

Se você coloca todos os produtos pela metade do preço, por exemplo, fica parecendo que está desesperado para se livrar dessas mercadorias, o que pode impactar negativamente a imagem do seu negócio.

Considere todas essas questões antes de realizar uma promoção, e é claro, cumprindo às exigências legais a respeito das informações ao consumidor.

Acordo com fornecedores


Se mesmo divulgando as mercadorias abaixo do valor real você não está conseguindo fazê-los circular, que tal entrar em contato com seus fornecedores e sugerir troca de mercadorias?

Tente negociar a troca ou a venda mais barata desses produtos, isso pode te ajudar a minimizar os prejuízos causados pela falta de giro no estoque.

Novo destino aos produtos


Se as ações acima não foram o suficiente para de uma vez por todas os produtos rodarem no estoque, avalie a possibilidade de incluí-los como brindes em outras compras.

Você pode estipular um valor X para poder entregar os produtos como brinde, ou ainda, oferecer o produto a mais ao cliente pagar um valor mínimo a mais no total das compras dele.

Por exemplo, suponhamos que um cliente vá até sua loja e compre alguns produtos totalizando R$100,00. Diga que com mais R$30,00 ele pode escolher mais algum produto, dentre aqueles que estão parados no estoque.

Assim, por mais que seja o valor mínimo, você não sai perdendo totalmente.

Caso você não queira colocar um valor acima, você pode realmente entregá-los como brinde junto com outras compras, sendo também uma estratégia para que outras pessoas olhem para a sua marca.

Solução para gerenciamento de estoque


A única forma de ter um controle preciso e em tempo real de seu estoque é automatizando o processo. Para isso, conheça as opções que o mercado oferece para uma gestão, não só do estoque, mas de todas as áreas da empresa.

O vhsys é um software de gestão para micro e pequenas empresas, que possui módulos integrados de vendas, estoque, financeiro e até emissão de notas fiscais eletrônicas.

Com um sistema integrado, você consegue ter um controle em tempo real das operação de seu negócio como vender uma mercadoria, emitir a nota fiscal, retirar o produto do estoque e lançar no contas a receber.

Assim, com esse controle é possível reduzir as chances de erros de processo que podem trazer grandes prejuízos futuramente.

Conheça uma empresa que pode te ajudar com um serviço de altíssima qualidades, VHSYS uma empresa para quem quer segurança e qualidade em gestão empresarial.