ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning, que pode ser traduzido para Planejamento de Recursos da Empresa. Um ERP é formado por um conjunto de módulos que, integrados, fazem a gestão da empresa em só um lugar.

O sistema de gestão, como também é chamado, pode ser personalizado de acordo com a necessidade da empresa.

Tem como funcionalidades principais o controle de vendas, financeiro, estoque, compras, cadastro de clientes, produtos, fornecedores, gestão de vendedores, emissor de notas fiscais e muito mais.

Ao mesmo tempo, um software de gestão também te ajuda a acompanhar o desempenho de sua empresa. Isso, porque você consegue gerar relatórios gerenciais de cada área, com muita facilidade, como saber qual o produto mais vendido, o valor total de notas emitidas no mês, entre outros.

Além dos módulos próprios do sistema, alguns programas contam também com aplicativos adicionais, que potencializam o sistema com funcionalidades que atendam as demais necessidades dos usuários, podendo integrar marketplaces, sistemas de vendas, lojas virtuais e comunicação com clientes.

O ERP atualmente é online, sem precisa de instalação e podendo ser acessado via computador, celular ou tablet. Ou seja, os dados ficam armazenados na nuvem, o que traz mais segurança e ainda reduz espaços de armazenamento para a empresa.

5 funcionalidades que um bom sistema ERP deve ter
Conheça abaixo as 5 principais funcionalidades que um bom sistema online de gestão precisa ter:

– Controle financeiro


A gestão financeira é o maior ponto de atenção e preocupação dos gestores. É um dos setores da empresa que mais sofre variação e é quem define os próximos passos da empresa. Nesse sentido, um bom ERP pode ajudar.

Com um ERP você consegue mapear com clareza todos os ganhos e despesas para conseguir fazer a melhor tomada de decisão.

Um módulo de controle financeiro no sistema também te ajuda na organizar de contas a pagar, receber, fluxo de caixa, e também na gestão de contas bancárias. Isso te ajuda a ter uma ampla visão de como anda o caixa de sua empresa e fazer a gestão de custos.

Além disso, um bom sistema ERP conta com o DRE Gerencial, que te ajuda a entender os ganhos e prejuízos da empresa em um determinado período.

Por fim, todo módulo de controle financeiro também conta com relatórios gerenciais. Assim, com poucos cliques você gera gráficos e documentos que informam como anda a saúde de suas finanças.

– Emissor de notas fiscais


O grande diferencial de um software de gestão é contar com um emissor de notas fiscais integrado. No mercado, é muito mais comum encontrar o emissor vendido a parte do ERP.

Com ma integração entre o emissor de notas e o sistema de gestão, o controle de vendas, financeiro e estoque passa a ser muito mais preciso. Isso porque após uma venda todos esses setores são atualizados, o que traz mais segurança dos dados e otimização de tempo.

Além disso, com um bom sistema de gestão você também consegue emitir todos os tipos de notas fiscais, como NFC-e, NFS-e, CT-e, MDF-e, entre outras.

Outro ponto importante de um sistema com emissor de notas é o backup. Por lei, as empresas precisam ter o documento arquivado por cinco anos. Desta forma, o software arquiva as notas na nuvem, reduzindo custos com espaços de armazenamento.

Como resultado, você automatiza ainda mais as rotinas e ganha tempo para pensar no crescimento de seu negócio.

– Gestão de estoque


O estoque da empresa significa dinheiro, e para não ficar no prejuízo é importante fazer uma boa gestão dessa área, evitando ficar com produtos parados ou perder o prazo para a venda.

Com um sistema ERP é possível fazer um controle preciso dos produtos e mercadorias da empresa. No módulo de estoque do sistema, você consegue, por exemplo, calcular o giro de estoque, gestão de compras e emitir notas fiscais de entrada, controlando cada produto novo da empresa.

– Controle de vendas


Para fiscalizar toda a comercialização de seus produtos ou serviços efetivados, é preciso ter um controle de vendas. Ao fazer esse controle fica mais fácil gerenciar o faturamento, além de analisar o desempenho de sua equipe de vendas, podendo criar também comissionamento e pagamento para cada vendedor.

Vale lembrar que o controle de vendas ajuda diretamente no controle de outras áreas, como o estoque. No módulo de vendas você pode gerar um relatório de mercadorias mais vendidas, ajudando a manter quantidade ideal de determinado produto.

Geralmente, dentro do módulo de controle de vendas também é possível encontrar o sistema PDV. Ele permite que sua venda seja muito mais ágil na frente de caixa, entrega uma boa experiência ao cliente, além possibilitar a emissão de boletos na hora.

– Integrações


A maioria dos ERPs do mercado oferecem algum tipo de integração. Essas integrações, geralmente, são com marketplaces e e-commerce, já que muitas empresas também oferecem seus produtos e serviços na internet.

Mas além dessas integrações, existem outras que também podem ser de muita importância para o negócio como, a integração contábil.

A integração com o contador é uma das funcionalidades mais procuradas, pois muitos dados do ERP, como notas e a conciliação bancária, também são utilizadas pela contabilidade para a entrega de obrigações.

Antes de escolher um bom ERP, verifique as necessidades do negócio. Existem diversas funcionalidades no mercado, mas muitas vezes não são integradas ou são vendidas separadas.

Por isso, analise o custo benefício que a ferramenta vai trazer para sua empresa. Fique de olho nas integrações, se o sistema possui suporte e teste as ferramentas. Assim, ficará muito mais fácil escolher o melhor sistema ERP para seu negócio.

Clique aqui e visite o site de uma das melhores empresas do ramo.